Informações Gerais

O exame realizado uma vez pode ser reformatado em qualquer plano com alta resolução submilimétrica.

Informações gerais

O aplicativo Cube* 2.0 substitui várias aquisições de cortes 2D por um único exame volumétrico 3D. Os dados volumétricos de aquisições isotrópicas submilimétricas com o uso do Cube podem ser facilmente reformatados em qualquer plano — sem espaços entre os cortes e com a mesma resolução do plano original. O novo método autocalibrável de aquisição paralela de imagem ARC permite acelerar a sequência, ao mesmo tempo reduzindo os artefatos e oferecendo alto contraste tecidual.

·                  RM neurológica. O Cube 2.0 obtém dados isotrópicos submilimétricos contíguos em 3D que podem ser facilmente reformatados em qualquer plano, substituindo assim múltiplos exames em 2D. Cortes ultrafinos com excelente RSR ajudam a visualizar mesmo lesões pequenas e sutis sem efeito de média de volume parcial. A função Cube pode ser usada para imagens em T1, T2, T2 FLAIR, e contrastes em DP 

·                  RM musculoesquelética. O Cube 2.0 gera dados isotrópicos submilimétricos contíguos em 3D que podem ser facilmente reformatados em qualquer plano posteriormente. Agora é possível analisar algumas estruturas teciduais que são melhor visualizadas em cortes oblíquos.  Cortes ultrafinos com excelente RSR ajudam a eliminar o efeito de média do volume parcial e a visualizar mesmo lesões pequenas e sutis.     

·                  RM de corpo inteiro. O Cube 2.0 obtém dados isotrópicos submilimétricos contíguos em 3D que podem ser facilmente reformatados em qualquer plano, substituindo assim múltiplos exames em 2D. Cortes ultrafinos com excelente RSR ajudam a visualizar mesmo lesões pequenas e sutis sem o efeito de média do volume parcial.    

"Você não pode argumentar contra os estudos de cortes finos em 3D sem espaços livres. Eles mudarão a maneira como realizamos exames".   

Lawrence N. Tanenbaum, Médico - Professor assistente de radiologia,      
Diretor de RM, TC e de desenvolvimento de aquisição de imagens avançadas / ambulatório       
Mount Sinai School of Medicine, Nova York, NY 

Imagem usada acima cortesia do Hospital St. Joseph, Paris, França.


Related